× Imagem em primeiro plano
top of page

Um impulso para o turismo e a economia do Agreste pernambucano

Encontro na AGE com representantes da Prefeitura de Gravatá detalhou possibilidades de parceria para financiamentos para empresas


João Paulo de Lemos (de roxo) e Josias Teles (de azul claro): secretário e executivo da pasta de Indústria e Comércio de Gravatá dialogaram com a diretoria de Operações e Negócios da AGE, tendo à frente Ivete Lacerda (de verde). Foto: AGE/Divulgação.

A cidade de Gravatá, a 85 quilômetros do Recife, é um dos destinos mais procurados por turistas nesta época de fim de ano, por sua intensa programação natalina. Para tratar sobre a possibilidade de oferta de financiamentos da AGE para as empresas gravataenses não somente em dezembro, mas ao longo do ano todo, recebemos na sede da AGE nesta terça-feira (5), o secretário de Indústria e Comércio, João Paulo de Lemos e o executivo da pasta, Josias Teles. A reunião foi liderada por nossa diretora de Operações e Negócios, Ivete Lacerda, que se colocou à disposição e comentou sobre o AGE Empresas, que pode chegar a até R$ 3 milhões, para Empresas de Pequeno Porte e demais operações. Também estavam presentes nosso superintendente de Pequenos Negócios, Alexsandro Andrade, além do superintendente de Operações Especiais, Antonio Jácome.


FLORES - “O turismo é uma das nossas principais vocações e se desdobra na gastronomia, na hotelaria e na construção civil. Mas também somos fortes na agricultura, incluindo a produção de flores, abacaxi, inhame, cará e laranja, entre outros”, informou João Paulo de Lemos. Já Josias Teles lembrou de alguns projetos estratégicos que podem solicitar linhas de crédito junto à AGE, como o de transformar um dos mercados locais em um ponto de venda de especiarias e a praça de alimentação, ao longo da Avenida Joaquim Didier, que fica do outro lado da pista, em relação à prefeitura, e será requalificada.



bottom of page