× Imagem em primeiro plano
top of page

Seminário identifica demandas de qualificação profissional em Pernambuco

Evento para o mapeamento do setor, promovido pela SEDEPE, contou também com a participação da AGE, representada pela diretora-presidente, Angella Mochel


Encontro teve sua primeira etapa realizada na manhã desta sexta-feira, na Escola do Senai, em Santo Amaro. Fotos: Jônathas Barros/SEDEPE/Divulgação

Para escutar as instituições e entidades envolvidas no campo de qualificação profissional do Estado, a secretaria de Desenvolvimento Profissional e Empreendedorismo (SEDEPE) realizou, na manhã desta sexta-feira (14/04), o Seminário de Mapeamentos e Identificação de Demandas de Qualificação Profissional, no auditório da Escola do Senai, no bairro de Santo Amaro.


O encontro, feito em parceria com o Conselho Estadual de Trabalho, Emprego e Renda (CETER), contou com a participação da secretária da SEDEPE, Amanda Aires, e da diretora-presidente da Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE), Angella Mochel.


Amanda Aires comentou a importância de entender quais as áreas prioritárias, em relação à necessidade de qualificação em Pernambuco, para planejar em conjunto onde serão aplicados os recursos disponíveis no Fundo Estadual do Trabalho (FET) e para ações como o Programa QualificaPE.


A secretária destacou que está sendo pensada uma linha de crédito de capital de giro a ser oferecida aos que fizerem a formação, além de um kit com ferramentas ou materiais a serem usados pelos profissionais, para que possam também assegurar sua independência financeira.


“Estamos buscando uma lógica que atende às pessoas em situação de vulnerabilidade. Este é o início de um diálogo, vamos afinar ainda mais esta integração entre quem pode promover os cursos e a oferta de empregos, trabalhando nesta integração”, ressalta Amanda, citando desde as entidades integrantes do Sistema S, como o próprio Senai, até o Ministério Público do Trabalho, que tiveram representantes presentes ao Seminário.


PRIMEIRA ETAPA - Esta primeira etapa do evento, que também vai abraçar outras secretarias da gestão governamental (tais como Secretaria da Mulher e de Ciência, Tecnologia e Inovação), teve a participação de Patrícia Caetano, secretária executiva de Promoção de Equidade Social da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança, Juventude, Prevenção à Violência e às Drogas (SDSCJPVD).


Ao concluir sua apresentação, ela apontou sugestões de cursos direcionados aos diferentes públicos, indo de internet a pintura de parede, de culinária a design de sobrancelhas e outras formações na área de estética. “Temos uma preocupação com a juventude e a população negra e periférica, além dos quilombolas, dos povos indígenas, dos LGBTQIA+, da pessoa idosa”, reforçou Patrícia Caetano.


bottom of page