× Imagem em primeiro plano
top of page

Rodada de Negócios da Moda movimenta a economia de Pernambuco

Diretora-presidente da AGE, Angella Mochel, esteve presente ao evento, que nesta 36ª edição

foi ampliado para 170 expositores e tem expectativa de R$ 25 milhões em faturamento


Presidente da AGE, Angella Mochel, ao lado de representantes das entidades parceiras da feira, como a ADEPE, ACIC-Caruaru, Sebrae-PE, NECPE e prefeituras municipais, como a de Caruaru. Foto: AGE/Divulgação

Foi grande a expectativa para a 36ª edição da Rodada de Negócios da Moda em Pernambuco, um dos principais eventos do segmento da moda no Brasil, que aconteceu entre os dias 31 de julho e 2 de agosto, no Polo Caruaru, no Agreste do Estado. Participaram 170 expositores, lojistas de confecção, do varejo ou do atacado, divididos em uma área de oito mil metros quadrados, com previsão de cerca de R$ 25 milhões em faturamento, nos três dias do evento e também na semana posterior à feira, com forte impacto na economia da região.


Nossa diretora-presidente, Angella Mochel, esteve presente à Rodada, visitando a feira no dia da abertura oficial. O evento envolveu uma série de parcerias, incluindo o Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco - NTCPE/ Marco Pernambucano da Moda, a Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (ACIC Caruaru) e o Sebrae-PE, além da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (ADEPE) e prefeituras municipais, como a Prefeitura de Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe. “Um dos nossos grandes propósitos de estarmos presentes em eventos como este é divulgar a importância da instituição e como podemos trabalhar juntos. Com o NTCPE, foi ofertada uma linha de crédito tanto para capital de giro, quanto para aquisição do estande. É um Polo de suma importância e juntos podemos construir algo diferenciado e robusto, para desenvolver ainda mais essa região“, pontuou Angella Mochel.


GOVERNANÇA LOCAL - Para Wamberto Barbosa, coordenador executivo da RNMP e presidente do Marco Pernambucano da Moda, além do grande volume comercial movimentado, é importante destacar o exercício da governança local e a presença no cotidiano das empresas ao longo do ano, com capacitações, consultorias e outras iniciativas. “A Rodada é um exemplo da construção de um modelo de negócios que vem fortalecendo o Polo e é desenvolvido a várias mãos, com representantes de Caruaru, Toritama, Santa Cruz [do Capibaribe], entre outros”, explicou.


bottom of page