× Imagem em primeiro plano
top of page

Nordeste mostra força na nova diretoria da ABDE

Eleição para a Associação Brasileira de Desenvolvimento aconteceu em Brasília, na última quarta-feira (24/05)


Da esquerda para direita: Angella Mochel (PE), Feliphe Araújo (PI), Márcia Maia (RN), Paulo Costa (BA) e Eduardo Brasil (AL). Foto: Ascom ABDE/Divulgação

Nossa diretora-presidente, Angella Mochel, participou da reunião que marcou o processo sucessório na Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE), na última quarta-feira (24), em Brasília-DF. O encontro fortaleceu ainda mais os laços entre as instituições de fomentos da região Nordeste, que seguem comprometidas em melhorar, ainda mais, o fortalecimento do Sistema Nacional de Fomento (SNF). A eleição do novo presidente da Associação Brasileira de Desenvolvimento veio por aclamação. Celso Pansera, atual presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), assume a ABDE para o biênio 2023-2025.


Celso Pansera assume a ABDE pelo próximo biênio

Ex-ministro de Ciência e Tecnologia no governo Dilma Rousseff, Celso Pansera, terá dois vice-presidentes: José Luis Gordon, diretor de Desenvolvimento Produtivo, Inovação e Comércio Exterior do BNDES, e Heraldo Neves, diretor-presidente da Fomento Paraná. O Nordeste está bem representado dentro da nova direção com a Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN-RN), a Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), além da Piauí Fomento no Conselho Fiscal.


MAIS SOBRE A ABDE - A Associação Brasileira de Desenvolvimento agrega 34 instituições financeiras de desenvolvimento e é um excelente fórum de discussão, construção e execução de ações para o fortalecimento do Sistema Nacional de Fomento (SNF), que registrou mais de R$ 5 trilhões em ativos, até o terceiro trimestre de 2022. O SNF responde por 94% da carteira de crédito para o financiamento ao setor público, 86% da carteira de crédito para investimentos em infraestrutura e 81% do crédito rural brasileiro.

Commentaires


bottom of page