× Imagem em primeiro plano
top of page

Igarassu é segunda cidade a firmar termo de cooperação com a AGE

Assinatura ocorreu durante a abertura da 2ª FENIG, a Feira de Empreendedorismo, Negócios e Inovação do município, que continua até dia 5/12, na Praça de Cruz de Rebouças



Nosso superintendente de Pequenos Negócios da AGE, Alexsandro Andrade (de camisa preta), ao lado da prefeita Elcione Ramos (de conjunto estampado), durante a solenidade

A AGE agora está mais perto dos empreendedores (as) de Igarassu! A convite da prefeita da cidade, Elcione Ramos, também conhecida como Professora Elcione, participamos da abertura da 2ª FENIG (Feira de Empreendedorismo, Negócios e Inovação de Igarassu), na noite do sábado (2/12). Na ocasião, o superintendente de Pequenos Negócios da AGE, Alexsandro Andrade, representou nossa diretora-presidente, Angella Mochel, na assinatura do termo de cooperação técnica com a Prefeitura de Igarassu, para implantação e operação da oferta centralizada de nossas linhas de crédito e financiamentos, para os micro e pequenos empreendedores no município. Também estiveram presentes o Sebrae/PE, parceiro no @hubcanoagrandeigarassu, além de representantes municipais, como Verônica Ribeiro, presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico (ADEMIG/PE) e responsável pelo Complexo de Tecnologia, Empreendedorismo e Negócios de Igarassu (CTEN), local que abrigará o atendimento da AGE.

A programação da FENIG segue na Praça de Cruz de Rebouças, no Centro de Igarassu, até a próxima terça-feira (5/12), com mais de 100 estandes, sendo 30 na parte de gastronomia e mais 11 em inovação. Além disso, os empreendedores comercializam seus produtos em vários segmentos, como vestuário, artesanato e agricultura familiar. A AGE está com estande próprio, para esclarecer dúvidas e atender aos clientes. PREMIADA - Entre os destaques da FENIG estão pessoas como Rosa Santos, da Cozinha Artezanal (marca grafada mesmo com a letra Z, no lugar do S), única mulher selecionada no Norte/Nordeste para projeto de empreendedorismo feminino em nível nacional, onde mostrou suas comidas como o pão de batata doce e o caldinho de mariscos, sem conservantes, e falou sobre as oficinas de culinária que lidera em unidades carcerárias, para mulheres transexuais, duas vezes ao ano.





Comments


bottom of page