× Imagem em primeiro plano
top of page

AGE recebe certificados por boas práticas de controle interno e governança

Agência de fomento está entre as principais Unidades de Controle Interno (UCIs) de Pernambuco, tendo alcançado o patamar máximo nos índices exigidos pela Secretaria da Controladoria Geral do Estado (SCGE/PE)


Ricardo Moura, gerente de Compliance e Controles Internos, ao lado das analistas, Patrícia Albuquerque e Harany Freire. Foto: AGE/Divulgação.

Estamos entre as principais Unidades de Controle Interno (UCIs) de Pernambuco, tendo alcançado o patamar máximo - Nível 5 - nas duas certificações exigidas pela Secretaria da Controladoria Geral do Estado (SCGE/PE). Os resultados do ano de 2023 e a nova edição do Caderno de Boas Práticas de Controle Interno do órgão foram divulgados durante evento no auditório da Escola de Governo da Administração Pública de Pernambuco (Egape), na Boa Vista, na última quarta-feira (13).


Na ocasião, os integrantes da Gerência de Compliance e Controles Internos da AGE receberam os certificados por termos atingido 96,4% no Índice de Adequação das Estatais (IAE), ao lado de outras nove estatais pernambucanas, e 100% no Índice Adequação ao Sistema de Controle Interno (IAS), ao lado de mais 61 instituições estaduais, das quais 31 foram destaque.

“Para 2024, vamos cada vez mais enfatizar a importância dos controles internos e da conformidade, fortalecendo a equipe e subsidiando as decisões estratégicas da diretoria da AGE”, avalia nosso gerente de Compliance e Controles Internos, Ricardo Moura. Também estiveram presentes as analistas, Patrícia Albuquerque e Harany Freire.

Equipes das UCIs no evento realizado na Egape, na Boa Vista. Foto: SCGE/Divulgação.

TRANSPARÊNCIA - O objetivo é seguir as melhores práticas de governança e transparência, além dos pontos de controle interno, minimizando os riscos operacionais e atendendo às legislações vigentes, a exemplo da Lei das Estatais.Na avaliação dos Índices é analisado o desempenho de cada uma das estatais governamentais, com apuração dos resultados a cada bimestre e um consolidado anual. O monitoramento inclui a entrega de documentos, reuniões periódicas e outras ações.

Para o IAE, foram atendidos 29 pontos de controle, tais como relatório de sustentabilidade, participação em capacitações e reuniões, o envio de atendimento às metas para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e o encaminhamento do Plano Anual e de Estratégias de Longo Prazo. Já para o IAS, entregamos documentos como o PACI (Plano Anual de Controle Interno) e o RACI (Relatório Anual de Controle Interno).

bottom of page