× Imagem em primeiro plano
top of page

AGE participa de fórum sobre a importância do microcrédito como ferramenta para a inclusão social

Encontro ocorreu na última terça-feira (23/05), em Natal (RN). A diretora-presidente da AGE, Angella Mochel, participou de um dos painéis


Programas Bora Empreender e Bora Empreender Mulher também foram apresentados durante o evento. Fotos: Wagner Lima/ ABDE/Divulgação.

Na última quinta-feira (23/05), Natal (RN) foi palco do Fórum Debate para o Desenvolvimento, promovido pela Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE), com apoio do Sebrae e da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN-RN). O evento reuniu agências de fomento e bancos de desenvolvimento para discutir o papel transformador do crédito como ferramenta de inclusão social, especialmente para aquelas pessoas sem acesso ao sistema bancário tradicional. Representando o Estado, a Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE) trouxe uma perspectiva inclusiva para o debate.


A diretora-presidente da AGE, Angella Mochel, integrou o painel sobre o tema "O poder transformador do crédito aos pequenos negócios como mecanismo indutor do empreendedorismo, inovação, inclusão social e diversidade". Na oportunidade, ela falou sobre a importância do olhar criterioso e sensível para os clientes do microcrédito. “Ao contrário dos bancos tradicionais, temos uma preocupação diferenciada com os nossos clientes, voltada principalmente para o lado social. Nossa missão, como agência de fomento, é fortalecer uma política pública que prioriza as pessoas que mais precisam de apoio”, pontuou a gestora, que também levou  ao encontro a experiência dos programas Bora Empreender e o Bora Empreender Mulher, construídos a partir de três pilares: capacitação, formalização e acesso ao crédito.


Primeira mulher a liderar a AGE em seus quase 14 anos de história, Angella Mochel enfatizou o crescente empoderamento feminino em Pernambuco. Nomeada pela governadora Raquel Lyra, ela tem a missão de usar da sensibilidade para se conectar com os beneficiários do microcrédito, aproximando a realidade das políticas públicas da atuação cotidiana da agência. “Trabalhamos com uma orientação específica para o microcrédito, especialmente no Agreste Central, onde mulheres são as principais beneficiárias. É gratificante ouvir suas histórias e entender suas necessidades para melhorar nossa atuação”, destacou Mochel.


Confira a participação, na íntegra, da AGE no fórum da ABDE, dentro do painel "O poder transformador do crédito aos pequenos negócios como mecanismo indutor do empreendedorismo, inovação, inclusão social e diversidade".







Comments


bottom of page