× Imagem em primeiro plano
top of page

AGE participa de conferência internacional sobre crédito em Brasília

Futuro do financiamento para os micro e pequenos negócios também foi discutido em reunião do Fampe, organizada pelo Sebrae nacional


Encontro sobre o Fampe reuniu representantes do Sebrae e das agências de fomento de todo o Brasil. Foto: Sebrae/Divulgação.

A diretora-presidente da Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE), Angella Mochel, representou o Estado em dois grandes eventos do setor de crédito, esta semana, em Brasília (DF). Um deles foi a conferência internacional "Impulsionando o crescimento: destravando o financiamento às pequenas empresas por meio de políticas, inovações e parcerias", promovido pelo Banco Central, Sebrae e IFC/SME Finance Forum, ocorrido na última quinta-feira (14).

“O encontro discutiu o futuro do financiamento para as micro e pequenas empresas, que estão entre o público-alvo atendido pela AGE. Foi um momento importante para trocar experiências com outros participantes e saber como podemos atuar melhor dentro de uma perspectiva global, já que além de representantes governamentais estavam presentes especialistas de vários países e pioneiros das empresas que promovem inovações no mercado financeiro por meio da tecnologia, as fintechs”, comentou.


Para Angella, o conteúdo da conferência internacional surpreendeu. “Os temas eram muito bem direcionados ao nosso trabalho. Existe uma preocupação muito grande com a forma de entregar esse financiamento hoje, pensando em como as pessoas podem receber esses recursos e não criar uma dívida. Já estão sendo realizados diversos estudos, inclusive internacionais, para tentar mapear esse cenário e, cada dia mais, aperfeiçoar o posicionamento do crédito, especialmente o destinado ao microempreendedor”.

Angella Mochel comentou importância da troca de experiências entre as instituições financeiras. Foto: Sebrae/Divulgação.

FUNDO DE AVAL - Um dia antes da conferência, na quarta-feira (13), a presidente da AGE participou do “1º Encontro das Instituições Financeiras Operadoras do Fampe”. Na ocasião, foram discutidas estratégias e ações para ampliar a operacionalização do Fundo de Aval da Micro e Pequena Empresa, que em seus 30 anos de existência viabilizou mais de 584 mil operações, totalizando mais de R$ 31,5 bilhões em crédito e R$ 23 bilhões em garantias.


“Foram chamadas tanto as instituições que já atuam com o fundo, como a AGE, quanto as que ainda não são parceiras. O Sebrae se colocou à disposição para conversar com as equipes das entidades e ampliar a oferta”, explicou, acrescentando que estavam presentes ao encontro representantes do Sebrae e de agências de fomento de vários estados, além do Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Caixa Econômica. "A ideia era, de fato, construir um novo olhar sobre o Fampe”, avaliou. Angella Mochel comentou que o Fampe é muito importante por ser quase um impulsionador da formalização, um instrumento que proporciona à pessoa formalizada a possibilidade de tirar o crédito com garantia personalizada.


Conferência internacional e reunião do Fampe, do Sebrae, ocorreram em Brasília.

Fotos: Vinicius Correia/Divulgação e Sebrae/Divulgação.

Comentarios


bottom of page