× Imagem em primeiro plano
top of page

AGE lança linha de crédito para empresas da Rodada de Negócios da Moda de Pernambuco

AGE Têxtil disponibilizará recursos de até R$ 100 mil para pessoa jurídica, com taxas de juros de 2% ao mês, com bônus de adimplência, e até 6 meses para pagar

Estande de empresa de confecção na Rodada de Negócios da Moda de Pernambuco, no Polo Caruaru, no Agreste. Foto: Raphael Augusto.

A Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE), que é vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Profissional e Empreendedorismo (SEDEPE-PE), está lançando, nesta quarta-feira (24), uma nova linha de crédito direcionada às empresas que vão participar da Rodada de Negócios da Moda de Pernambuco. O evento é um dos principais do segmento no Brasil e chega a gerar cerca de R$ 20 milhões em negócios a cada edição, ao reunir cerca de 500 compradores do setor, no Polo Caruaru, no Agreste do Estado.


O novo financiamento foi batizado como AGE Têxtil. Os interessados poderão contratar um crédito no valor de até R$ 21 mil, para quem é Microempreendedor Individual (MEI) e de até R$ 100 mil, para Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP), com condições mais vantajosas do que as oferecidas pelo mercado bancário, seja na taxa de juros ou no prazo de pagamento.


Parceria entre a Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (ACIC) e o Sebrae-PE, a Rodada de Negócios da Moda de Pernambuco terá em julho e agosto a sua 36ª edição, a segunda do ano de 2023, com os lançamentos da coleção Primavera-Verão. Através do AGE Têxtil, a AGE apoia as ações do Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco (NTCPE), já que a linha de crédito será oferecida às empresas com sede ou filial no Estado e que irão participar da Rodada.

Estande dedicado às peças feitas em jeans. Foto: Rapahel Augusto.

“Estamos nos aproximando de setores específicos da economia pernambucana, para entender quais as suas necessidades e poder apoiá-los através das linhas de crédito. A Rodada tem uma grande capilaridade, em um setor com potencial indescritível, que é o da moda e da economia criativa, mapeando e recebendo empresas de todo o Estado, que poderão se fortalecer ao receber esse fomento de forma direcionada”, ressalta Angella Mochel, diretora-presidente da AGE.


Para Wamberto Barbosa, presidente do NTCPE, o Polo de Confecções tem uma característica própria, que é a de ser formado por pequenas e micro empresas. “Eles produzem cerca de R$ 6 bilhões anualmente aqui no Estado, mas, ao mesmo tempo, é um setor que padece de problemas crônicos para os micro e pequenos no País, tais como o acesso a uma linha de crédito justa e desburocratizada. A oportunidade que surge com o AGE Têxtil atende a uma necessidade de injeção de recursos no caixa das empresas, justamente no momento da Rodada, em que estão gerando novos negócios”, afirma.


CONDIÇÕES - As taxas de juros do AGE Têxtil são pré-fixadas em 2% ao mês, com bônus de adimplência, ou seja, para quem pagar as parcelas em dia. No caso de atrasos, a taxa sobe para 3%. Já o prazo de pagamento é de até seis meses, sem carência. Para saber mais e realizar o pré-cadastro, basta acessar o site www.age.pe.gov.br. Na página, é só procurar pela aba Produtos, clicando em AGE Têxtil e ter todos os detalhes da lista de documentos solicitados, as tarifas e as garantias para a operação, que pode contar com o FAMPE (Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas) do Sebrae-PE.

Comentarios


bottom of page