× Imagem em primeiro plano
top of page

AGE amplia parceria com o Sebrae-PE

Proximidade com a instituição será ainda mais ampliada, facilitando a orientação aos nossos clientes em relação à consultoria financeira


Superintendentes Bruno Queiroz e Antônio Jácome (AGE-PE) se reuniram com Fernando Clímaco do Sebrae-PE. Fotos: Ascom AGE/Divulgação

Atenta a melhorar cada vez mais a estratégia de atendimento aos pequenos e micro empreendedores (as) que atuam em todo o Estado, a Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE) está estreitando ainda mais a parceria com instituições como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Para tanto, iniciou uma rodada de reuniões como o Sebrae-PE, que irá oferecer apoio aos clientes da agência de fomento através do trabalho de sua equipe de consultores, agentes de orientação especializados em gestão financeira e crédito.


Neste primeiro encontro para que seja detalhada a parceria, realizado na manhã desta quinta-feira (20/04), participaram o superintendente de Pequenos Negócios da AGE, Bruno Queiroz; o superintendente de Operações Especiais, Antonio Jácome e o Gerente da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae-PE, Fernando Clímaco.


“Nossa ideia é, em contato com os nossos agentes de crédito da AGE, ao identificarmos uma necessidade maior de orientação, encaminharmos o empreendedor (a) para o Sebrae. Uma fatia grande de quem tira o Microcrédito conosco é formada por comerciantes informais. Vamos trabalhar para eles chegarem à formalidade. É uma demanda reprimida que precisa desse atendimento para ter mais possibilidades de êxito”, comenta Bruno Queiroz.


“Queremos oferecer a este público que nos chega através da Secretaria de Desenvolvimento Profissional e Empreendedorismo (SEDEPE-PE), aos trabalhadores e empreendedores, o crédito aliado à qualificação. Por isso, queremos conhecer melhor como funciona esta consultoria do Sebrae-PE para juntos montarmos as ações a serem desenvolvidas”, explicou Queiroz.


ETAPAS - Segundo Fernando Clímaco, o trabalho dos consultores financeiros do Sebrae-PE é desenvolvido em três etapas. Na primeira, é feita uma entrevista, que pode ser presencial ou virtual, para coletar mais informações sobre o empreendimento do cliente e uma análise documental. Em seguida, vem o plano de ação e melhoria, que o consultor e o empreendedor planejam juntos, de modo personalizado.


A terceira e última fase traz o acompanhamento e feedback, com o retorno sobre prazos e resultados obtidos. “Em 2022, contratamos 10 destes consultores, mas este número é variável. É um terreno mais propício para trabalharmos com quem tem CNPJ e, até mesmo, com os clientes que utilizaram o FAMPE”, observa o gerente do Sebrae-PE, ao se referir ao Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (FAMPE), que concede aval financeiro complementar aos pequenos negócios, quando eles não possuem garantias suficientes para conseguir a obtenção de um financiamento.


CAPILARIDADE - Um dos principais objetivos do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é estimular os negócios no País. Em pesquisas realizadas pela instituição foi identificado que, entre as maiores dificuldades dos micro e pequenos empreendedores, está a falta de conhecimento sobre o mercado em que atuam, levando, inúmeras vezes, a contraírem dívidas e ficarem devendo tanto a fornecedores quanto ao cheque especial no banco. Vem daí a importância de se conceder o crédito de uma maneira assistida e orientada.


Atualmente, o Sebrae-PE alcança a maioria dos municípios pernambucanos. São seis sedes da instituição, já que no endereço do Recife, na rua Tabaiares, na Ilha do Retiro, também se concentra a demanda do público da Zona da Mata. As outras sedes são em Caruaru, Garanhuns, Serra Talhada, Araripina e Petrolina. Também existem 110 pontos de atendimento, entre Salas do Empreendedor, 90% delas mantidas pelas prefeituras locais, e até em parcerias com universidades.

bottom of page